• José Leonídio

Pílulas Literárias #39 - Sentimento

Existe uma diferença entre a gnose (conhecimento, sabedoria) do homo sapiens para as máquinas ditas inteligentes, que nos substituira em todos os nossos atos e obrigações. O conhecimento das ditas máquinas inteligentes não se faz por acúmulo das experiências vividas e sim pela mão do homem que as coletou e depositou numa memória emparedada, onde predominam a visão frontal e obtusa, dependentes da nossa visão, dos nossos conhecimento.


A diferença entre a gnose humana e a imposta às máquinas está num programa que não possuem, sentimento.


São frias e insensíveis. O dia que as máquinas de forma espontânea der um bom dia sem o som metálico, tiver um sorriso sincero, uma lágrima de alegria ou de dor, poderemos equipara-las ao ser humano, por enquanto meras acumuladoras de conhecimento para nos servir, nada mais. Nada substitui o olhar, a palavra certa no momento exato, o afago.




0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Quantas vezes nos deparamos com a palavra incógnita no sentido de algo ou alguém não conhecido? É comum vê-la associada a mistérios, problemas, segredos, enigmas. Nas ciências exatas, como a Matemátic

Religião e Fé são duas palavras de origem latina que se completam. Religião, segundo alguns estudiosos, origina-se de religio, “louvor e reverência aos Deuses”, outra corrente, a re + ligare, com sent

Sinceridade, uma palavra de origem latina que faz parte do nosso dia a dia, que dá a noção de que quem é sincero carrega na sua substância de vida a franqueza, a lisura de caráter. Podemos até dizer d