• José Leonídio

FITAS DE MADEIRA


Lembro-me como se fosse hoje, num dia 31 de dezembro meu pai aplainando a madeira, e as fitas enroladas caiam ao chão, e o cheiro do Ipê, Cedro, do Louro, Jequitibá, Jacarandá, do Angelim, tomava o ambiente, misturando-se ao do assado que minha mãe preparava para ceia, ao cheiro de lenha queimada vinda do forno da padaria do Cabral e dos diversos assados que ali estavam sob o comando do padeiro Quininha. Ali ao lado, com meu pai, poeira da cabeça aos pés (pasmem senhores meu pai era marceneiro e dos bons) eu ia catando fita a fita, misturando-as segundo suas diversas cores e odores. Na sua sabedoria nata, ele dizia:

- As fitas saída da plaina são como a vida, a cada passada de ano uma fita se vai, com mais perfume ou não, mais ou menos inteira, algumas tão longas que mais parecem cachos de cabelos louros, negros, castanhos, mas no final filho são fitas para que possamos amoldar as peças e transformá-la na peça que você imaginou.

O tempo passou, meus pais são somente lembranças, porem seus ensinamentos borbulham dentro de mim. A plaina da vida tirando suas fitas, nos amoldando ao universo que escolhemos e escrevemos para nós mesmos. As fitas que vão ficando pelo chão do tempo, contam nossa história. Num determinado momento achamos que podemos mudar tudo, porém a peça da vida continua ali para ser trabalhada, aplainada, dando a forma do que somos hoje, e não seremos muito diferentes no amanhã, porque somente uma fita foi retirada, mas nossa essência continuará a mesma.

A mudança ocorrerá quando descobrirmos que o mais importante é o núcleo da madeira, ou seja o nosso por dentro, porque o por fora são as fitas da vida. Neste ano novo lembre-se das fitas que você deixou para trás, o que elas lhe trouxeram de ensinamento, e faça destas experiências a trilha do seu novo ano. Seu tronco continua em pé, a obra de arte em que ele se tornará, é você quem moldará.

A vida e feita de fitas, que vão ficando pelo caminho. Esse ano liberaremos mais uma, que nesse novo ano o equilíbrio do artesão da vida, habite dentro de nós, porque ele é o sucesso para alcançarmos nossos objetivos. Nós temos as plainas, os vernizes, as tintas, a obra de arte (vida) somos nós mesmos quem montaremos.

Paz, amor, alegria, harmonia e prosperidade.

1 visualização

JOSÉ LEONÍDIO©2020

DESENVOLVIDO POR TATIANA AGRA