• José Leonídio

Pílulas Literárias #70 - Ser jovem

Todo jovem, por ser jovem, é um contestador. Todo velho, pra ser velho, é um conservador. Esta frase, dita por um presidente americano, continua atual.


Como esquecer as primeiras conquistas, o primeiro amor, a primeira paixão?


São momentos vividos, que, como tatuagem, se fixam dentro de nós e não conseguimos esquecê-las ou apagá-las de nossos arquivos.


Um termo muito usado na atualidade é o "desapegar," que se constrói do prefixo "des"acrescido do verbo "apegar", ter apego. Sua utilização nos dias de hoje traz o apelo de se libertar, deixar para trás algo ou alguém; reconstruir a partir de um novo ponto, vazio das lembranças passadas. Podemos nos desapegar de coisas materiais, no entanto, das memórias do passado, por mais que queiramos, não conseguimos, dá-las, vendê-las ou apagá-las.


Fazem parte do nosso imo. Sonhamos e se fazem presente na solidão das noites.


Não é possível desapegar de nós mesmos, porque os momentos vividos pavimentam nossa trajetória.




0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo