top of page
  • José Leonídio

Pílulas Literárias #59 - Pegadas

As pegadas que deixamos na nossa caminhada, são como o tempo, vão ficando no passado. Nunca deixaremos a mesma marca na areia ou no barro.


As águas apagam as pegadas, seja pelas ondas o a chuva.


Os vestígios que deixamos nas trilhas da vida, podem ser seguidas mas ninguém viverá o mesmo momento de quando foram deixadas.


As impressões deixadas dentro de nós, são frutos de nossa caminhada. São marcas que ficarão que nada nem ninguém conseguirá apagar, são nossas memórias que nos ajudam a continuar a caminhar.




6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Pílulas Literárias #246 - Prazer

As palavras vão tomando novos sentidos, com o passar dos anos, dos séculos. Um exemplo é a palavra Prazer, que, na sua origem latina “Placere”, remetia-se a: “aceito”, “querido”, que, por sua vez, es

Pílulas Literárias #245 - Encontro

Existem duas formas distintas e antagônicas no sentido da palavra encontro. Se usamos como direcionamento, a preposição "a", acrescida do artigo "o" , ou seja, "ao encontro", não existem barreiras que

Pílulas Literárias #244 - Conversa

Nada é mais salutar do que uma conversa aberta, em campo neutro. O antigo papa de botequim, sem hora marcada, sem tempo definido, quantas arestas foram quebradas, não pelos valores etílicos e, sim, po

Comments


bottom of page