• José Leonídio

Pílulas Literárias #37 - Protocolo

Não existe nada mais falso do que viver a vida em protocolos, no que poderíamos chamar de politicamente correto.


Não somos frutos de produção em série, somos individualizados. Cada um de nós tem sua digital própria, somos únicos dentro de um universo de semelhantes.


Protocolo em grego significa a primeira página colada de um livro contendo seu sumário.


As páginas do livro da vida são para serem folheadas uma a uma, e não ficarem presas ao sumário.


Protocolos foram feitos para mostrar o conteúdo que se segue, não instrui, informa sem compromisso.


Nós temos que lê-lo, página a página, todos os dias, e criar seu conteúdo com as cores das nossas iris.


O politicamente correto satisfaz a alguns, mas não a todos.


Protocolos foram feitos para mostrar o que vem a seguir, protocolo é página que se vira, para mergulhar no seu conteúdo que está contido no livro da vida, que nós escrevemos.




2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Existe uma diferença entre a gnose (conhecimento, sabedoria) do homo sapiens para as máquinas ditas inteligentes, que nos substituira em todos os nossos atos e obrigações. O conhecimento das ditas má