top of page
  • José Leonídio

Pílulas Literárias #240 - Caminhada

A maior dificuldade não está na caminhada e, sim, no primeiro passo.


Escrever um texto não é difícil, difícil é a primeira palavra, andar em cima de um caminho já percorrido não é complicado. Corrigir o original, sem tirar-lhe o sentido também não, difícil é desbravar o desconhecido e conflitar o sim e o não, para, em seguida, irmos com segurança ao nossos objetivos. Críticas ao realizado sempre teremos, porque quem as fará não estava lá para ajudar na sua realização. Não tenhamos medo do primeiro passo, nem da primeira palavra, nunca serão em vão, irão para o arquivo das experiências vividas e, um dia, a utilizaremos numa nova caminhada e/ou num novo texto.


Lembre-se não nascemos andando, foi um longo aprendizado para sairmos da inércia até darmos os primeiros passos, hoje corremos maratona, saltamos obstáculos.


Tudo começa no original, no primeiro passo, na primeira letra, na primeira palavra.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Pílulas Literárias #246 - Prazer

As palavras vão tomando novos sentidos, com o passar dos anos, dos séculos. Um exemplo é a palavra Prazer, que, na sua origem latina “Placere”, remetia-se a: “aceito”, “querido”, que, por sua vez, es

Pílulas Literárias #245 - Encontro

Existem duas formas distintas e antagônicas no sentido da palavra encontro. Se usamos como direcionamento, a preposição "a", acrescida do artigo "o" , ou seja, "ao encontro", não existem barreiras que

Pílulas Literárias #244 - Conversa

Nada é mais salutar do que uma conversa aberta, em campo neutro. O antigo papa de botequim, sem hora marcada, sem tempo definido, quantas arestas foram quebradas, não pelos valores etílicos e, sim, po

Comentários


bottom of page