top of page
  • José Leonídio

Pílulas Literárias #227 - Crise

Crise é uma palavra derivada do verbo grego krínein, krísis que, em latim, aparece como crisis.


Crise é um momento de reflexão, de escolhas. Dentre todas as que conhecemos a que mais se associa com a formação da nossa personalidade na fase adulta é a da adolescência, cuja própria palavra em latim, adolescere, significa crescer.


Crise é um momento de identificações, de escolhas.


Quanto maior forem os exemplos e as exposições, as diversas situações que a vida nesta fase da vida nos apresenta (adolescência), mais enriquecedor será para sua utilização quando adultos.


O novo é o gatilho da adolescência, que dispara nossa necessidade de conhecimento e, dependendo do grau de risco e satisfação, libera as substâncias que atuarão no nosso centro de recompensa (no cérebro).


Quando um adolescente cria suas imagens através da conversa, ou da leitura, ele enriquece seus conhecimentos para o futuro. Quando essas informações vêm prontas, em forma de imagem, na velocidade da luz, é como se fosse uma refeição, batida no liquidificador, que só temos o trabalho de engolir. Não precisamos pensar quem produziu a imagem, que o fez por nós, na sua visão e interpretação e, sem críticas, as absorvemos.

Dialogar, ler os bons autores, desenvolve nossa capacidade CRÍTICA, cuja raiz está no verbo grego KRÍNEIN, origem do verbete latino CRISIS.


Que este seja um dia de CRISE, no diálogo e na leitura, porque as imagens são somente complementos.

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Pílulas Literárias #246 - Prazer

As palavras vão tomando novos sentidos, com o passar dos anos, dos séculos. Um exemplo é a palavra Prazer, que, na sua origem latina “Placere”, remetia-se a: “aceito”, “querido”, que, por sua vez, es

Pílulas Literárias #245 - Encontro

Existem duas formas distintas e antagônicas no sentido da palavra encontro. Se usamos como direcionamento, a preposição "a", acrescida do artigo "o" , ou seja, "ao encontro", não existem barreiras que

Pílulas Literárias #244 - Conversa

Nada é mais salutar do que uma conversa aberta, em campo neutro. O antigo papa de botequim, sem hora marcada, sem tempo definido, quantas arestas foram quebradas, não pelos valores etílicos e, sim, po

Comments


bottom of page