top of page
  • José Leonídio

Pílulas Literárias #226 - Nós

Quando alguma coisa fica difícil de resolver dizemos que deu um NÓ, nos remetendo ao NÓ Górdio no século VIII a.C., que, por 500 anos, ninguém conseguiu desatar, sendi resolvido por Alexandre, O Grande, simplesmente cortando-o com sua espada e tornando-se Rei de toda a Ásia Menor (Persas, gregos e Hiitas).


Temos também nó da madeira, que é a parte mais dura usada para alimentar o fogo na rigidez do inverno por levar mais tempo para ser queimada. Quantos e quantos nós conhecemos, mas todos têm sempre uma saída uma solução.

Quando observamos uma árvore, vemos que do seu tronco sai um Nó e sua consistência aumentada é porque daí a algum tempo dali surgira um pequeno ramo com folhas, e este tem de ser forte para sustentá-lo. Este vai crescendo, transformando-se num galho e, tempos depois, surgem as flores e frutos, que darão origem às sementes.


Os NÓS não são necessariamente uma situação complexa, podem nos trazer respostas que nos alimentarão a tomar decisões, que permitam nosso crescimento futuro, sem os atropelos dos imediatismos. Não será necessária a espada de Alexandre o Grande para desfazê-los, porque a solução para desatá-los está dentro de nós. Energizemos nossos nós porque nos pertencem e, desfazê-los, é encontrar o caminho do seu crescimento que permitirá que possamos colher os frutos que surgirem na nossa trajetória.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Pílulas Literárias #246 - Prazer

As palavras vão tomando novos sentidos, com o passar dos anos, dos séculos. Um exemplo é a palavra Prazer, que, na sua origem latina “Placere”, remetia-se a: “aceito”, “querido”, que, por sua vez, es

Pílulas Literárias #245 - Encontro

Existem duas formas distintas e antagônicas no sentido da palavra encontro. Se usamos como direcionamento, a preposição "a", acrescida do artigo "o" , ou seja, "ao encontro", não existem barreiras que

Pílulas Literárias #244 - Conversa

Nada é mais salutar do que uma conversa aberta, em campo neutro. O antigo papa de botequim, sem hora marcada, sem tempo definido, quantas arestas foram quebradas, não pelos valores etílicos e, sim, po

Comments


bottom of page