top of page
  • José Leonídio

Pílulas Literárias #219 - Espontaneidade

A espontaneidade é a verdade pura, sem retoques. As crianças se expressam sem compromissos com o que estão falando, não existem limites para elas, falam o que lhes vêm a cabeça.


À medida que passamos a ter controle sobre o que pensamos e a seguir oralizamos, colocamos entre eles um elemento a mais que nos leva ao racional: a crítica, a censura.


Não falamos mais com singularidade, pelo contrário, somamos ao primeiro relanço experiências acumuladas.


Nosso pensamento inicial se altera e, ao final, por diversas razões, abandonamos o que para nós seria o mais conveniente e que, por não ser de consenso, o abandonamos.


A velocidade na comunicação leva-nos muitas vezes a escrever(digitar) pensamentos ou reflexões que são sinceras e, por serem autenticas naquele momento, não nos preocupamos em corrigi-las, saem num lanço da livre expressão, como se voltássemos para a infância.


Se formos revê-los preocupados com as críticas, mudaremos o verdadeiro sentido do que queríamos abordar, entrará, então, a autocensura, não devíamos falar assim, escrever desta forma. Mas era exatamente aquilo que queríamos dizer naquele instante, relevando sempre os erros de um corretor analfabeto e enxerido.


Tenhamos uma semana de verdades espontâneas, saídas da criança que existe dentro de cada um de nós.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Pílulas Literárias #246 - Prazer

As palavras vão tomando novos sentidos, com o passar dos anos, dos séculos. Um exemplo é a palavra Prazer, que, na sua origem latina “Placere”, remetia-se a: “aceito”, “querido”, que, por sua vez, es

Pílulas Literárias #245 - Encontro

Existem duas formas distintas e antagônicas no sentido da palavra encontro. Se usamos como direcionamento, a preposição "a", acrescida do artigo "o" , ou seja, "ao encontro", não existem barreiras que

Pílulas Literárias #244 - Conversa

Nada é mais salutar do que uma conversa aberta, em campo neutro. O antigo papa de botequim, sem hora marcada, sem tempo definido, quantas arestas foram quebradas, não pelos valores etílicos e, sim, po

Opmerkingen


bottom of page