top of page
  • José Leonídio

Pílulas Literárias #211 - A festa começou

Algumas horas nos separam do início, do curto reinado de MOMO, o filho da Deusa grega Nix ( a divindade do sono). Como citei anteriormente, o patrono dos poetas e escritores, cujas características são: sarcasmo, reclamação e delírio.


É tempo dos dias pagãos na visão religiosa, em que o pecado e o profano se libertam das correntes do puritanismo.


Ora se Momo é filho de Nix, a que controla o sono e dentro deles nossos sonhos (possíveis e impossíveis), não existe pecado em querer, pelo menos, nestes parcos dias, querermos que sejam reais, nem que se diluam na fumaça da Quarta-Feira de Cinzas.


Todos temos nosso direito de extravasar nossos sentimentos nestes dias onde as leis que o regem são o sarcasmo, reclamação e delírio.


A única coisa que nos impede são os limites, porque podemos tudo, menos transgredir o do nosso semelhante, a este devemos respeito se quisermos ser respeitado. Dentro dos postulados de MOMO não existe a palavra desrespeito.

Sob seu reinado somos delirantes, poetas e escritores.


Que possamos viver plenamente sob seu reinado, ou cairmos nas graças de Nix, a divindade do sono.


Lembrem-se que nada é verdadeiro nem irreal, tudo e possível, desde que dentro dos limites impostos por nós mesmos.


Tenham dias de sonhos e delírios, que nada tem a ver com o pecado nem o profano, ali somos nós mesmos, com a coragem de nós mostrar por inteiro.

Bons sonhos e diversões, porque merecemos.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Pílulas Literárias #246 - Prazer

As palavras vão tomando novos sentidos, com o passar dos anos, dos séculos. Um exemplo é a palavra Prazer, que, na sua origem latina “Placere”, remetia-se a: “aceito”, “querido”, que, por sua vez, es

Pílulas Literárias #245 - Encontro

Existem duas formas distintas e antagônicas no sentido da palavra encontro. Se usamos como direcionamento, a preposição "a", acrescida do artigo "o" , ou seja, "ao encontro", não existem barreiras que

Pílulas Literárias #244 - Conversa

Nada é mais salutar do que uma conversa aberta, em campo neutro. O antigo papa de botequim, sem hora marcada, sem tempo definido, quantas arestas foram quebradas, não pelos valores etílicos e, sim, po

Comments


bottom of page