top of page
  • José Leonídio

Pílulas Literárias #207 - Domingo

Domingo, dia bíblico. É o dia em que, segundo o livro sagrado, Deus parou para descansar depois de criar tudo que está à nossa volta (Gênesis).


Domingo também é o Dia do Renascimento, o dia em que Jesus ressuscitou.

Temos, então, dentro da visão bíblica duas situações que se unem: descanso e renascimento.


Realmente o domingo é o dia em que procuramos dar alento ao corpo e à alma, porém, também é quando passamos a limpo o que fizemos, descartamos o que não nos trouxe proveito e, a partir daí, renascemos para uma nova semana, tentando concluir antigos objetivos, iniciando novos, fazendo dos desacertos ensinamentos para nova caminhada (semana) e, assim, sucessivamente.

Domingo não e só lazer, é também crescimento: podamos os que nada produzem para alimentarmos aqueles que nos darão as belas flores e os mais doces frutos. Diria que domingo muito mais além do que o do sentido religioso, é dia de poda e de adubar nosso interior. Analisar nossos Sims e nossos NÃOs, ver onde acertamos e erramos, porque só desta maneira encontraremos nosso equilíbrio interior.


Ir na igreja ou templo e rezar ou orar para fora não basta, é necessário também fazê-lo para dentro.


Tenham um domingo de descanso e renascimento. De poder se olhar por dentro e tirar suas conclusões.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Pílulas Literárias #246 - Prazer

As palavras vão tomando novos sentidos, com o passar dos anos, dos séculos. Um exemplo é a palavra Prazer, que, na sua origem latina “Placere”, remetia-se a: “aceito”, “querido”, que, por sua vez, es

Pílulas Literárias #245 - Encontro

Existem duas formas distintas e antagônicas no sentido da palavra encontro. Se usamos como direcionamento, a preposição "a", acrescida do artigo "o" , ou seja, "ao encontro", não existem barreiras que

Pílulas Literárias #244 - Conversa

Nada é mais salutar do que uma conversa aberta, em campo neutro. O antigo papa de botequim, sem hora marcada, sem tempo definido, quantas arestas foram quebradas, não pelos valores etílicos e, sim, po

Comments


bottom of page