top of page
  • José Leonídio

Pílulas Literárias #203 - Nós nada sabemos

É de Metrodoro de Quio, filósofo grego pré-socrático ligado com a Escola de Demócrito, a citação feita por Cicero: “ Nós nada sabemos, não, nem mesmo se sabemos ou não”.


Durante um bom tempo, não consegui entender o sentido da frase, causando-me uma certa confusão. Como nada sabemos?


A cada momento aprendemos mais e mais, portanto essa afirmação não se encaixava com a minha necessidade constante de aprendizado.


Quantas vezes questionei o filósofo grego?

Num determinado dia, observei um trabalhador que soldava um tubo em outro. Repetiu a mesma ação diversas vezes, por fim, usou uma substância por cima da solda que tinha realizado e refez o movimento.


Na minha ingenuidade perguntei ao soldador se uma vez unidos os tubos,

necessitava repetir o procedimento. Ele sorriu e, com toda paciência, explicou-me que o que caracteriza um profissional é a segurança que transmite no que se propõe a fazer.


Quando refez várias vezes a solda foi para dar consistência e não ter a possibilidade de descolar um tubo do outro e, por fim, a resina coberta com nova solda era para impedir que houvesse vazamento no futuro. Juntou suas ferramentas, despedindo-se com um sorriso que revelava o dever cumprido.


A sua simplicidade me fez relembrar a frase de Metrodoro de Quio: “Nós nada sabemos, não, nem mesmo se sabemos ou não”.


Não é o volume de conhecimento que mostra o quanto sabemos, e, sim, a forma e a humildade como o aplicamos.


O saber não tem dono, é direito de todos, é UNIVERSAL.

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Pílulas Literárias #246 - Prazer

As palavras vão tomando novos sentidos, com o passar dos anos, dos séculos. Um exemplo é a palavra Prazer, que, na sua origem latina “Placere”, remetia-se a: “aceito”, “querido”, que, por sua vez, es

Pílulas Literárias #245 - Encontro

Existem duas formas distintas e antagônicas no sentido da palavra encontro. Se usamos como direcionamento, a preposição "a", acrescida do artigo "o" , ou seja, "ao encontro", não existem barreiras que

Pílulas Literárias #244 - Conversa

Nada é mais salutar do que uma conversa aberta, em campo neutro. O antigo papa de botequim, sem hora marcada, sem tempo definido, quantas arestas foram quebradas, não pelos valores etílicos e, sim, po

Comments


bottom of page