top of page
  • José Leonídio

Pílulas Literárias #20 - Linhas da vida

A vida não é uma linha reta, pelo contrário, é sinuosa e assemelha-se ao trajeto de um rio, com retas e curvas, com água mansas e revoltas; com quedas d'água ou grandes cachoeiras.


Não existe obstáculo incapaz de transpassar até se encontrar com o mar para seu eterno descanso.


Desde que nascemos a percorremos, passo a passo, e os dias e as noites se revezam entre o bom tempo e o de temporais.


Os obstáculos vão sendo ultrapassados e deixados para trás, mas o curso do nosso rio da vida prossegue. Precisamos saber navegar nas águas calmas e revoltas para prosseguirmos na nossa estrada. Ninguém pode nos substituir, porque tem nome e sobrenome e eles só a nós pertencem.





0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Pílulas Literárias #246 - Prazer

As palavras vão tomando novos sentidos, com o passar dos anos, dos séculos. Um exemplo é a palavra Prazer, que, na sua origem latina “Placere”, remetia-se a: “aceito”, “querido”, que, por sua vez, es

Pílulas Literárias #245 - Encontro

Existem duas formas distintas e antagônicas no sentido da palavra encontro. Se usamos como direcionamento, a preposição "a", acrescida do artigo "o" , ou seja, "ao encontro", não existem barreiras que

Pílulas Literárias #244 - Conversa

Nada é mais salutar do que uma conversa aberta, em campo neutro. O antigo papa de botequim, sem hora marcada, sem tempo definido, quantas arestas foram quebradas, não pelos valores etílicos e, sim, po

Kommentare


bottom of page