top of page
  • José Leonídio

Pílulas Literárias #197 - Origens

Muitas vezes, ouvimos uma palavra e não temos noção da sua origem, de seu significado; é o que acontece com recomendar. Uma palavra latina que quer dizer colocar sob os cuidados de alguém.


Quando mergulhamos mais profundamente na composição dela veremos que é uma extensão de "mandare", confiar a alguém, que, por sua vez, é a fusão de "manus" e "dare", a mão que dá.


Quem recomenda a faz com a " boa mão", ou seja, com o melhor dos seus sentimentos. Quando recomendamos fazemos a extensão dos nossos valores acerca de algo ou de alguém. Não importa se com a mão direita ou esquerda, as duas têm a mesma função e se unem na fé, na perda, no aDeus, no abraço.


Quando recomendamos são nossas mãos que direcionam o caminho, o bom caminho, porque estão envolvidas com nosso juízo de valor. Assim o achamos e, por isso, recomendamos.


Tenham um dia no qual duas mãos sejam seu guia.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Pílulas Literárias #246 - Prazer

As palavras vão tomando novos sentidos, com o passar dos anos, dos séculos. Um exemplo é a palavra Prazer, que, na sua origem latina “Placere”, remetia-se a: “aceito”, “querido”, que, por sua vez, es

Pílulas Literárias #245 - Encontro

Existem duas formas distintas e antagônicas no sentido da palavra encontro. Se usamos como direcionamento, a preposição "a", acrescida do artigo "o" , ou seja, "ao encontro", não existem barreiras que

Pílulas Literárias #244 - Conversa

Nada é mais salutar do que uma conversa aberta, em campo neutro. O antigo papa de botequim, sem hora marcada, sem tempo definido, quantas arestas foram quebradas, não pelos valores etílicos e, sim, po

Comments


bottom of page