top of page
  • José Leonídio

Pílulas Literárias #196 - Contraditório

É comum ouvirmos a palavra contraditório, que tem sua origem latina em "contradictio" que, por sua vez, deriva de "contra dicere," falar contra.


Imediatamente, a associamos as questões jurídicas, o outro lado da versão dos fatos.


Não é somente no juridiquês que o verbete tem aplicação, o nosso dia a dia é cheio de contraditórios: decisões a serem tomadas nas quais o SIM e o NÃO se conflitam ( a base da contradição).


Caminhos a serem seguidos nos quais a dúvida se faz presente. A pior contradição é a que está dentro de nós, quando não conseguimos achar nossas próprias escolhas e nos deixamos levar por conselhos de quem não vive o problema em si.


Neste momento, socializamos um contraditório que é só nosso, porque somos únicos. O doce e o salgado são opostos, mas em que intensidade somente nós sabemos. O amargo para um pode ser agradável para outro. A contradição nos faz pensar e fortalecer nossas convicções.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Pílulas Literárias #246 - Prazer

As palavras vão tomando novos sentidos, com o passar dos anos, dos séculos. Um exemplo é a palavra Prazer, que, na sua origem latina “Placere”, remetia-se a: “aceito”, “querido”, que, por sua vez, es

Pílulas Literárias #245 - Encontro

Existem duas formas distintas e antagônicas no sentido da palavra encontro. Se usamos como direcionamento, a preposição "a", acrescida do artigo "o" , ou seja, "ao encontro", não existem barreiras que

Pílulas Literárias #244 - Conversa

Nada é mais salutar do que uma conversa aberta, em campo neutro. O antigo papa de botequim, sem hora marcada, sem tempo definido, quantas arestas foram quebradas, não pelos valores etílicos e, sim, po

Comments


bottom of page