top of page
  • José Leonídio

Pílulas Literárias #189 - Reticências



Reticências? São aqueles três pontinhos que colocamos no final de uma frase?


Reticências é muito mais do que os três pontinhos...

Sua origem é latina reticentia, “ silêncio”, formado pelo prefixo de intensidade “re” acrescido a tacere, “calar, não falar”.

É comum ouvirmos na linguagem coloquial a utilização em determinados momentos de três pontinhos ou mesmo reticências, mas poucos tem noção que sua utilização seja na comunicação do dia a dia ou na escrita.


Às vezes a utilizamos para evidenciar alguma coisa implícita, que não precisamos explicar em outras emoções, ou mesmo quando queremos interromper uma frase, ou diálogo.


Quantas vezes, mesmo sem oralizar ou escrever, utilizamos desse recurso quando nos calamos frente a um acontecimento, um sentimento que nos afeta?


Ela está muito mais presente do que imaginamos, somente não a enxergamos porque só acreditamos nos três pontinhos colocados no papel, mas nas linhas da vida nos acompanham a cada minuto.


Aprender a enxergá-las é interpretá-las, permite entendermos quem somos, o que somos e o que queremos de nós mesmos.


Tenham um dia de convívio harmônico com suas RETICÊNCIAS.

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Pílulas Literárias #246 - Prazer

As palavras vão tomando novos sentidos, com o passar dos anos, dos séculos. Um exemplo é a palavra Prazer, que, na sua origem latina “Placere”, remetia-se a: “aceito”, “querido”, que, por sua vez, es

Pílulas Literárias #245 - Encontro

Existem duas formas distintas e antagônicas no sentido da palavra encontro. Se usamos como direcionamento, a preposição "a", acrescida do artigo "o" , ou seja, "ao encontro", não existem barreiras que

Pílulas Literárias #244 - Conversa

Nada é mais salutar do que uma conversa aberta, em campo neutro. O antigo papa de botequim, sem hora marcada, sem tempo definido, quantas arestas foram quebradas, não pelos valores etílicos e, sim, po

Σχόλια


bottom of page