top of page
  • José Leonídio

Pílulas Literárias #165 - Pensar e sonhar

"Só conheço uma liberdade, e essa é a liberdade do pensamento". Esta frase é do escritor Antoine de Saint-Exupéry, autor de "O Pequeno Príncipe," um do meus livros de cabeceira.


Temos a liberdade de pensar, porque, para esta, não existem barreiras, afinal somos produto de nossas vivências e não existem LEIS nem PRINCÍPIOS que control aem nossos pensamentos.


Existe, porém, limites entre o pensar e o agir, porque enquanto aquele não tem amarras, no agir não possuímos esta liberdade: nossas ações, frutos das nossas ideias, nem sempre vão ao encontro de todos, pelo contrário, podem ir de encontro aos princípios básicos do viver coletivamente.


Pensar enriquece, mas existe uma distância entre o imaginário e o real, a realidade tem mão e contra mão.


Temos então o mundo dos pensamentos e, num degrau ao lado, o risível, o que se tornará realidade.


Não abandonem seus pensamentos, porque um dia poderão tornar-se realidade.

Tenham um dia de conquistas, fruto dos pensamentos arquivados em algum momento da vida.


Pensar e sonhar são o princípio das nossas conquistas.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Pílulas Literárias #246 - Prazer

As palavras vão tomando novos sentidos, com o passar dos anos, dos séculos. Um exemplo é a palavra Prazer, que, na sua origem latina “Placere”, remetia-se a: “aceito”, “querido”, que, por sua vez, es

Pílulas Literárias #245 - Encontro

Existem duas formas distintas e antagônicas no sentido da palavra encontro. Se usamos como direcionamento, a preposição "a", acrescida do artigo "o" , ou seja, "ao encontro", não existem barreiras que

Pílulas Literárias #244 - Conversa

Nada é mais salutar do que uma conversa aberta, em campo neutro. O antigo papa de botequim, sem hora marcada, sem tempo definido, quantas arestas foram quebradas, não pelos valores etílicos e, sim, po

Comentários


bottom of page