• José Leonídio

Pílulas Literárias #16 - Recordar é viver?

Quantas vezes paramos para olhar o passado? Não para revivê-lo, mas para indagar sobre como conseguiram sobreviver sem todos os recursos que temos hoje.


Em determinadas ocasiões, não acreditamos que não tínhamos o que possuímos hoje. Os avanços que permitiram que tenhamos a facilidade nas soluções são o legado de gerações e gerações, assim como nós deixaremos novas evoluções para o futuro e, lá, perguntarão como pudemos viver sem o que temos hoje.


A vida é um motor contínuo de saberes, que vão se aperfeiçoando a cada geração. Nossos antepassados viveram com o que possuíam, pavimentando o hoje e, nós, o amanhã.


Ninguém é dono da verdade, ela só vai evoluindo e se aperfeiçoando.




0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Existe uma diferença entre a gnose (conhecimento, sabedoria) do homo sapiens para as máquinas ditas inteligentes, que nos substituira em todos os nossos atos e obrigações. O conhecimento das ditas má