top of page
  • José Leonídio

Pílulas Literárias #143 - Ah, se eu tivesse...

Ah! Seu eu tivesse me ouvido, nada disso estaria acontecendo. Minha intuição nunca falha.


Essa é uma frase que ouvimos a miúde.


Temos um problema, encontramos nossas respostas, mas por um motivo, ou outro, nos deixamos levar por outras interpretações, que, para quem as está dando, pode ser a melhor, mas não para nós.


Nossas vivências são diferentes, nossos valores também. O açúcar que adoça A pode ser o fel amargo de B.


Acredite sempre em você, siga o seu manual próprio, não se importe com as críticas contrárias, porque na maioria das vezes os melhores caminhos e respostas estão dentro de você.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Pílulas Literárias #246 - Prazer

As palavras vão tomando novos sentidos, com o passar dos anos, dos séculos. Um exemplo é a palavra Prazer, que, na sua origem latina “Placere”, remetia-se a: “aceito”, “querido”, que, por sua vez, es

Pílulas Literárias #245 - Encontro

Existem duas formas distintas e antagônicas no sentido da palavra encontro. Se usamos como direcionamento, a preposição "a", acrescida do artigo "o" , ou seja, "ao encontro", não existem barreiras que

Pílulas Literárias #244 - Conversa

Nada é mais salutar do que uma conversa aberta, em campo neutro. O antigo papa de botequim, sem hora marcada, sem tempo definido, quantas arestas foram quebradas, não pelos valores etílicos e, sim, po

Comments


bottom of page