top of page
  • José Leonídio

Pílulas Literárias #140 - Renascer

Os primeiros raios da manhã mostram que o dia está nascendo. Alguns diriam que está RENASCENDO.


Creio que não, o ontem não renasce no hoje.


O amanhã é de um novo dia, que terá seu princípio, meio e fim.


Nas entrelinhas dos seus segundos, minutos e horas, são histórias escritas com milhares de vozes e mãos, registradas no grande livro da vida que só tem um volume e que se encontra na BIBLIOTECA DO UNIVERSO, onde tudo se registra e pouco do seu conteúdo tomamos conhecimento.


Não existem dias gêmeos idênticos, no máximo dias gêmeos fraternos, nos quais cada um tem suas características, podem até ter alguma parescência, mas são diferentes.


O belo amanhecer de ontem passou, hoje, um céu cinzento acompanhado de vento, chuvas, raios e trovões se opõem as cores que tingiram o horizonte.


Cada dia é um novo nascimento, podemos até estar preparados para sua chegada, mas é único, não se repetiu, nem se repetirá, por mais que desejemos que aconteça.


Não apagamos as linhas escritas, pelo contrário: escreveremos nossas vivências nas linhas que se seguem e que estão vazias esperando o que escreveremos.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Pílulas Literárias #246 - Prazer

As palavras vão tomando novos sentidos, com o passar dos anos, dos séculos. Um exemplo é a palavra Prazer, que, na sua origem latina “Placere”, remetia-se a: “aceito”, “querido”, que, por sua vez, es

Pílulas Literárias #245 - Encontro

Existem duas formas distintas e antagônicas no sentido da palavra encontro. Se usamos como direcionamento, a preposição "a", acrescida do artigo "o" , ou seja, "ao encontro", não existem barreiras que

Pílulas Literárias #244 - Conversa

Nada é mais salutar do que uma conversa aberta, em campo neutro. O antigo papa de botequim, sem hora marcada, sem tempo definido, quantas arestas foram quebradas, não pelos valores etílicos e, sim, po

Comments


bottom of page