top of page
  • José Leonídio

Pílulas Literárias #124 - Esperança

Contemplava o horizonte quando percebi que algo tinha pousado no meu ombro, lentamente virei a cabeça para ver o que era.


Era um tetigonídeos ou, na linguagem comum, uma Esperança, que com sua cor verde brilhante me fascinou e fiquei a admirá-la.


Como num gesto de agradecimento por ter-lhe emprestado os ombros, fixou seus olhos nos meus. Como se tivesse parado para descansar em minutos se foi.

Me lembrei de quando criança, quando ao vermos uma esperança, tínhamos a certeza de que algo bom aconteceria. Hoje eu não só a vi, como também pousou em mim.


O que isto significa? Tudo, nada.


Sua presença é sinal de natureza viva, a mesma que existe dentro de nós. Estar ali, naquele momento, pode significar que alcançaremos o que desejamos, ou não. Irá depender do momento em que estivermos. Se tecemos o futuro com alicerces fortes, ela nós traz a boa mensagem, mas se, ao contrário, representa para nós o milagre que vira do céu e, se este não vier, representará o mau agouro.


A Esperança no seu verde representa um campo que pode florir, mas que para isso precisará ser cuidado, adubado.


Se não enriquecemos nossa vida com o conhecimento, esperaremos sempre que a esperança venha de um milagre dos Deuses.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Pílulas Literárias #246 - Prazer

As palavras vão tomando novos sentidos, com o passar dos anos, dos séculos. Um exemplo é a palavra Prazer, que, na sua origem latina “Placere”, remetia-se a: “aceito”, “querido”, que, por sua vez, es

Pílulas Literárias #245 - Encontro

Existem duas formas distintas e antagônicas no sentido da palavra encontro. Se usamos como direcionamento, a preposição "a", acrescida do artigo "o" , ou seja, "ao encontro", não existem barreiras que

Pílulas Literárias #244 - Conversa

Nada é mais salutar do que uma conversa aberta, em campo neutro. O antigo papa de botequim, sem hora marcada, sem tempo definido, quantas arestas foram quebradas, não pelos valores etílicos e, sim, po

Σχόλια


bottom of page