top of page
  • José Leonídio

Pílulas Literárias #123 - Desejar

Desejar é um verbo que está ligado a querer alguma coisa, esperar. Na sua origem vem de DESIDERE, "dos astros", "esperar pelo que as estrelas trarão".


Desejo vem de uma concepção de que os astros lhe dariam o que tanto queria: uma vontade mística intermediada pelo astros (Deuses que estavam acima de nós).


O tempo passou, mas inconscientes continuamos a desejar que alguma coisa que está acima de nós realize nossos "sonhos'.


Para que nossos desejos sejam realizados é preciso, primeiro, abrirmos um espaço dentro de nós para que se tornem realidade.


O lumen de uma vela, a leitura de um salmo, ou mesmo uma oferenda a um Orixá, não é o suficiente para que o desejo seja conquistado.


É necessário querer e querer muito, para que os astros que residem dentro nós mostrem o caminho para que possamos conquista-lo.


Tenham um belo dia de convívio com seus astros interiores.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Pílulas Literárias #246 - Prazer

As palavras vão tomando novos sentidos, com o passar dos anos, dos séculos. Um exemplo é a palavra Prazer, que, na sua origem latina “Placere”, remetia-se a: “aceito”, “querido”, que, por sua vez, es

Pílulas Literárias #245 - Encontro

Existem duas formas distintas e antagônicas no sentido da palavra encontro. Se usamos como direcionamento, a preposição "a", acrescida do artigo "o" , ou seja, "ao encontro", não existem barreiras que

Pílulas Literárias #244 - Conversa

Nada é mais salutar do que uma conversa aberta, em campo neutro. O antigo papa de botequim, sem hora marcada, sem tempo definido, quantas arestas foram quebradas, não pelos valores etílicos e, sim, po

Comentários


bottom of page