• José Leonídio

Pílulas Literárias #11 - Sem volta

Tentar consertar o que ficou para trás pode não ser a melhor solução. Sempre será um remendo e, como tal, não nos dá segurança futura. Que as experiências passadas fiquem arquivadas porque não é possível reconstruí-las.


O nosso olhar é para o horizonte e, mesmo que queiramos, o relógio do tempo não retrocede; é uma quadro cuja tinta não se apaga.



Sigamos, então, porque o passado volta, com novas cores, novos ambientes e pessoas. As agruras e os acertos d'antanho nos ajudarão a não cair nas armadilhas no presente. É a vida vivida que se faz presente.




2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Existe uma diferença entre a gnose (conhecimento, sabedoria) do homo sapiens para as máquinas ditas inteligentes, que nos substituira em todos os nossos atos e obrigações. O conhecimento das ditas má