top of page
  • José Leonídio

Pílulas Literárias #10 - Gotas

Uma gota de água numa folha, é uma gota de água numa folha, porém quando um raio de sol lhe atravessa ela o decompõe e surge um arco Íris.


Quando se junta a outras, irriga o terreno mantendo verdejante as plantas ou então forma os córregos que alimentam os rios que desembocam no mar.


Gotas unidas são o albergue da vida. Nós somos as gotas, que o orvalho um dia depositou na folha da vida.


Enxergamos os raios de luz e os desdobramos em múltiplas corres, nos unimos e formamos córregos e rios, somos capazes matar a sede de que precisa, mas unidos somos fortes o suficiente para ultrapassar qualquer obstáculo.


Viramos Tsunamis para defender os nossos filhos, os nossos ideais. Somos a gota de orvalho da manhã, que refresca e encanta que tomara outra forma se assim for necessário.




1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Pílulas Literárias #246 - Prazer

As palavras vão tomando novos sentidos, com o passar dos anos, dos séculos. Um exemplo é a palavra Prazer, que, na sua origem latina “Placere”, remetia-se a: “aceito”, “querido”, que, por sua vez, es

Pílulas Literárias #245 - Encontro

Existem duas formas distintas e antagônicas no sentido da palavra encontro. Se usamos como direcionamento, a preposição "a", acrescida do artigo "o" , ou seja, "ao encontro", não existem barreiras que

Pílulas Literárias #244 - Conversa

Nada é mais salutar do que uma conversa aberta, em campo neutro. O antigo papa de botequim, sem hora marcada, sem tempo definido, quantas arestas foram quebradas, não pelos valores etílicos e, sim, po

Comments


bottom of page